O que é o IRP (antigo GNIB) e como aplicar para o mesmo?


Se você está de malas prontas para ir à Irlanda, já deve ter ouvido falar muito do famoso Irish Residence Permit — IRP, antes chamado de GNIB . Para quem ainda não sabe do que se trata, o IRP nada mais é do que um cartão de registro com todas as informações sobre a sua situação legal no país.

Importante frisar que, o IRP em nenhum momento substitui o passaporte, mas é necessário apresentá-lo na imigração do aeroporto irlandês sempre que você retornar à Irlanda após uma viagem internacional.

Como e por que fazer o Irish Residence Permit — IRP?

Assim que você desembarca na Irlanda, ao passar pela imigração, receberá um visto provisório de turista de apenas 03 meses, tempo mais que suficiente para providenciar a documentação necessária e receber o visto irlandês, seja ele de estudante, seja de outras categorias.

Uma vez com a documentação em mãos, basta agendar online ou se dirigir ao escritório da imigração da sua cidade para a solicitação de vistos.

O que é necessário para tirar o IRP e o visto de estudante?

Para um estudante de línguas matriculado em um curso de 25 semanas, os documentos necessários são:

– Passaporte válido por no mínimo 01 ano

– Carta da Escola (curso de língua inglesa, — entre 9h e 17h — e duração semanal mínima de 15h)

– Comprovação de 3 mil euros

– Comprovação do Seguro Saúde Governamental / seguro privado

– 300 euros — valor pago por meio de cartão de débito / crédito no ato da emissão do cartão IRP

Agendamento na imigração

Em Dublin, você deverá agendar um horário online, por meio deste link. O agendamento de um horário no escritório da imigração também pode ser feito no Brasil a partir de 10 semanas antes do seu embarque para a Irlanda, por este mesmo link citado.
Uma vez realizado o agendamento, é só se dirigir ao endereço indicado com apenas 15 minutos de antecedência, apresentar os documentos acima e pagar a taxa de 300 euros, que deverá ser paga através de um cartão de crédito ou débito.

Todo estudante não europeu, que pretende permanecer no país por um período de estudos superior a 90 dias, terá que solicitar o visto de estudante Stamp 2. Para isso, o primeiro passo é agilizar a documentação necessária assim que você pisar na ilha Esmeralda pois seu visto conta a partir da data que você ingressar no país.